sexta-feira, janeiro 06, 2006

2006 - 1987 = ?


Acho que aprender a dirigir e emagrecer é muito pouco para 365 dias. Eu queria querer mais, queria me desafiar e ver até onde eu consigo ir.
Mas faz algum tempo que eu entrei nese labirinto. Às vezes penso em sentar e esperar o resgate, vez ou outra volto a caminhar, sem muito esforço pra achar a saída, sem muito medo dos obstáculos que podem aparecer.
Chego a pensar que posso continuar aqui pra sempre, andando pra qualquer lado e encontrando qualquer coisa.
Mas aquela velha angústia sempre volta, e cada vez maior. Medo de estar perdendo tempo.
O tempo...
Eu o vejo passando, cada vez mais rápido. Ele olha pra mim e ri um riso maldoso. Ele diz pra eu correr. Os outros dizem pra eu ter paciência.
Eu digo pra ele me esperar. Sei que não vai.
Meus pensamentos se multiplicam.
Prendo a respiração.
Me desespero mais uma vez.

6 comentários:

tigresse disse...

essa fuga tem nome: vida. e, acredite, não é só vc qm passa por ela - ou por quem ela passa.. enfim. saudades, fe!

Unknown disse...

Ei, não se desespere!! Todos, um dia, passamos por isto!!!

Respire, relaxe e aproveite a vida, 365 são dias demais para você viver assim, aproveite!!!

Anônimo disse...

nannamzinhaaaa!!!
vc deve tah no rolling stones agora, se tiver ido msm neh??
eu to aki perambulando...
ow... a vida sempre eh um labirinto, pq vc anda sem saber onde vai dar... ms se vc parar, pod vir um bicho papao atras d vc e comer!!
auhauahuahauhauha
eu e minhas bobeiras!!
to c saudades d vc!!!
diamantina semana q vem!!!
bjuuuuuuu

NowhereDan disse...

Tempo amigo de sentido ambigüo, rei do sarcasmo e da dupla interpretação.

Não sabe-se se ganha-lo ou perdê-lo é o que fazemos.

Somente que da companhia dele desfrutaremos.

Prazer em lhe conhecer pessoalmente, Fernanda, apesar dos pesares de meu comportamento altista na festa.

Ótimo texto, by the way!
=**

Anônimo disse...

o tempo ri pra mim.
mentira.
ele ri de mim.

Anônimo disse...

Olá; Não tenha medo, enfrente...corra atrás, não brinque com o tempo que é traiçoeiro, ele passa a principio devagar, mas quando olhar para trás tudo já se foi...se cuida
Beijos