terça-feira, setembro 06, 2005

Baby, don't cry...

"Where are you and
I`m so sorry
I cannot sleep
I cannot dream tonight
I need somebody and always
This sick strange darkness
Comes creeping on so haunting every time"

Então agora vai ser assim? Toda vez que eu não souber o que é isso eu vou sentar e chorar, como uma criança que se perdeu dos pais? Será que eu não sei me controlar? Será que eu não percebi que eu fiz 18 anos e que não dá mais pra sentar e chorar? E que isso não vai resolver nada? E que ninguém entende isso e todo mundo acha que eu sou uma descontrolada, mimada, que dá birra por qualquer motivo?
E os estranho é que eu nunca senti um aperto tão forte, e o soluço foi tão profundo que eu pensei que eu não ia aguentar. E meus olhos tão vermelhos até agora, todo mundo olha pra mim e não entende. É, ninguém entende mesmo, que o que eu preciso agora é só de alguém pra me abraçar, sem nem falar nada, alguém que me ature, com todas as minhas birras.
Porque todo mundo entende quando você termina com seu namorado e quer chorar. Mas ninguém entende que perder um amigo, que não ter um amigo por perto é uma dor até maior que terminar com o namorado.
E eu sei que tem alguém lá longe que gosta de mim, que é meu amigo. Mas eu sinto muito, isso não ta sendo suficiente!!! Eu preciso de alguém aqui, do meu lado!!! Eu preciso, dá pra entender? Eu não quero, eu PRECISO!!
Aliás, eu nem sei mais se eu preciso é de terapia, de um namorado, ou de uma bola da wilson suja de sangue. Eu não sei mais se eu posso chorar, ou se eu sou fraca demais. Eu não se é essa cidade ou se sou eu. Eu não sei mais.
eu não sei... eu realmente não sei.
Eu só quero parar de chorar,porque não pega bem chorar na faculdade né? Mas eu fiz de tudo pra segurar. Mas desde que eu cheguei, é só o que eu consigo fazer...

4 comentários:

Anônimo disse...

Nanda,
eu não posso te ajudar, pois não conto como pessoa física, presente, concreta.
acredito que com o tempo você criará amigos... o problema é esperar esse tempo passar, né?
beijos

NowhereDan disse...

Phernanda, eu naum sei se eu posso ajudar de alguma forma. Nem sei se vc quer minha ajuda (afinal, o q eh um ex-marido pelo msn? Naum FOI nem um amigo concreto?! Naum sentou comigo numa mesa de bar pra conversar?! Q direitos ele tem de vir clamar pelo desejo de me ajudar?!). Bom, sinceramente eu naum sei, gostaria de saber, gostaria de poder transfigurar algo concreto pra te abraçar, pra te confortar. Eu so queria q vc soubesse o q te ver sofrer faz comigo. naum eh sentimento de pena ow algo semelhante. Eh, eu naum sei..=/
Bom, so posso tbm lhe desejar sorte e q vc consiga SIM encontrar alguem e 'guardar" esse sentimento.
Abraços...

Anônimo disse...

eita fê..
se eu pudesse, arrumava minha mala ali agora e ia aí te dar um abraço..
serve virtualmente? õÔ

sei que não.. é difícil mesmo, me senti assim qndo fui pra Viçosa.. e olha como mudou, depois que conheci o pessoal e vc tb..
conversas pela net tb funcionam, vê se aparece pragente tc um pouco..
pra ver se ajuda: é só lem,brar que ng esquece de vc e que a gente tá por perto, mesmo estando longe.
é difícil, sim.. mas torna-se mais ainda se vc não buscar o ínfimo de força que seja pra levantar, mesmo chorando, e continuar caminhando. esse tmepo que a aninha falou aí, é vc que controla.. sei que a cidade é estranha, as pessoas tb.. é só vc se fazer conhecida pra elas..

*abração apertado*

fica bem, tá?

[Lara Croft]

Anônimo disse...

beijo no cantinho do olho esquerdo.
porque é assim.
e assim,
é.

você é.